Friday, September 23, 2005

Um bocadinho de mim...

Encontrei isto a navegar na net e achei que reflectia um bocado desse sentimento que é a saudade e que se apoderou de mim neste dias.

Saudade ... não tem cor
Saudade...não tem forma
Da saudade sabe-se o sabor
Quando algo se vai e não torna

Saudade dói numa dor intensa
Até por a separação se imaginar
Da tormenta se torna consciência
Do amargo sabôr desse amargar

Saudade alimenta-se da esperança
A saudade não mata...aprendi eu
Será que alguém de saudade morreu!?

A saudade chega, cresce e avança
Para quem a recebe é sua herança
Saudade, seu sabor me escolheu..!

Vou andar por aqui a espalhar a palavra da pachanga mas sempre com muitas saudades...

1 Comments:

Blogger Pacharina said...

Amiguita, a comunidade pachanga sente muito a tua falta, evangelizadora de italianos gays. Já estamos a contar os dias para a realização do II Encontro Internacional da Pachanga, a realizar em Março, na fabulosa cidade de Torino, Italia.
Um beijo do tamanho da bota da europa!

13:40  

Post a Comment

<< Home